Terça-feira, 31 de Março de 2009

 

 



A pequena Chérie foi adoptada.
Reunindo em si atributos como beleza, imensa ternura e enorme alegria,
calculámos que a sua estada na Focinhos e Bigodes não seria longa. Não
nos enganámos.
A Chérie já está na sua nova casa onde esperamos tenha um futuro
muito risonho.

O nosso Muito Obrigado aos Adoptantes.

  O Luka foi adoptado.
Com as suas meiguice e alegria vai tentar ajudar os donos a ultrapassar
a perda de uma companheira de muitos anos.
Temos a certeza que o Luka vai ser tão amado como a sua antecessora.

O nosso Muito Obrigado aos Adoptantes.

 

 

 

 

 

publicado por Focinhos e Bigodes às 11:09

O Banco Alimentar dos Animais ajuda cães e gatos abandonados, através da oferta de mantimentos, cobertores, medicamentos ou brinquedos.

 

Têm quatro patas, bigodes, muito pêlo, feitios mais ou menos difíceis e a ajuda do Banco Alimentar dos Animais (BAA), que, desde Dezembro, entrega mantimentos, cobertores, medicamentos ou brinquedos aos cães e gatos mais desamparados.

Alguns têm nomes retirados do nosso imaginário infantil, como o Zorro,a Godzilla, o Golias, a Barbie ou a Cindy, outros são confundidos com aristocratas como o Marquês, outros têm nomes originais como a Maria Azeitona ou a Maria Seara e outros ainda, como o Romeu e a Julieta, lembram-nos que nem todas as histórias têm um final feliz.

Todos estes, e muitos outros, foram acolhidos pela Focinhos e Bigodes, uma pequena associação para a protecção de cães abandonados que luta todos os dias para lhes dar um lar e que conta agora com uma ajuda extra.

"É sempre importante [ter a ajuda do BAA], porque nós vivemos dos sócios, que neste momento ainda são poucos, das campanhas que vamos fazendo e das coisas que as pessoas vêm cá oferecer, e a campanha alimentar é importante porque algum dinheiro que nós conseguimos angariar é para as esterilizações, para os remédios ou para os veterinários", disse à Lusa uma das responsáveis pela associação, Ester Tenreiro.

O espaço, existente há seis anos em São Domingos de Benfica, em Lisboa, é pequeno e já está cheio com os 60 cães que a associação foi entretanto recolhendo das ruas.

O lar provisório destes animais são várias boxes que têm vindo a ser recuperadas muito à custa do trabalho de todos os voluntários da Focinhos e Bigodes.

"[A maior dificuldade da associação é] A situação financeira, rincipalmente, porque para termos isto e a Câmara deixar que isto continue, temos de ter muitas condições e é o que temos estado a fazer com estas obras para depois termos uma aprovação e podermos continuar", explicou Ester Tenreiro, sublinhando que a alimentação e os cuidados médicos com os animais são o que mais pesa no orçamento da associação.

Um trabalho que conta agora com a ajuda do Banco Alimentar dos Animais, criado em Dezembro do ano passado com o propósito de angariar alimentos para todos os cães e gatos que, com particulares ou em associações, precisem de ajuda.

"Esta ideia surgiu entre mim e a Ana Ribeiro, do Porto, numa conversa, porque tínhamos a ideia do Banco Alimentar Contra a Fome, que era uma ideia interessante, mas ligado com os animais, ou seja, distribuição de ração", explicou à Lusa o co-fundador do BAA, durante a entrega de alimentos e cobertores à Focinhos e Bigodes.

De acordo com João Pedro Valente, apesar do BAA só existir há pouco mais de dois meses, já conseguiu entregar mais de 1.300 quilos de ração em 33 ajudas a associações e particulares e conta já com a ajuda de 91 voluntários espalhados de norte a sul do continente e nas ilhas.

"O nosso principal objectivo é a criação de um stock ao longo de um mês e depois ir distribuindo pelas várias associações", frisou.

A recolha desses mantimentos é feita, para já, só com a ajuda de donativos e particulares porque o BAA ainda não é oficialmente uma associação.

"Recebemos a maior parte dos donativos de particulares que entregam a vários voluntários que estão estipulados numa lista no nosso blogue, mas também através de pontos de recolha, já que temos vários, em Lisboa, Porto e na Madeira", adiantou João Pedro Valente.

 

http://aeiou.expresso.pt/banco-alimentar-dos-animais-ajuda-caes-e-gatos-abandonados=f506011

publicado por Focinhos e Bigodes às 11:02

Quinta-feira, 26 de Março de 2009
Não tendo a sua adopção decorrido como seria desejável, 
a Dora encontra-se, novamente, ao cuidado da Focinhos e Bigodes.

publicado por Focinhos e Bigodes às 18:47

Deram entrada na F&B 4 novos lindos meninos.

 

Chérie ADOPTADO
XBichon Frise
Idade: 2 anos
Porte:Pequeno
Encontrada a vaguear na rua com grande ferida no dorso. Está a recuperar muito bem.
Extremamente meiga. Adora colo. Lindíssima.

 

Luka ADOPTADO
Tem traço de ser Xcocker
Idade: 8 meses
Porte:Médio
Muito bonito. De porte médio/pequeno. Receoso ao primeiro contacto, logo se revela muito meigo. Sociável com outros cães.

 

Fafá
Idade: 6 anos
Porte:Médio
Muito bonita. Extremamente meiga. Dominante com outros cães.

Babar ADOPTADO
Idade: 11 meses
Porte: Grande
Extremamente meigo. Brincalhão. Com um porte magnífico. Sociável com pessoas e cães.

publicado por Focinhos e Bigodes às 15:39

Terça-feira, 24 de Março de 2009
A engraçada Pintas foi adoptada hoje.
A sua grande beleza e inesgotável doçura conquistaram o coração de
uma família.
A Pintas já vai hoje dormir na sua nova casa onde, temos a certeza, irá
receber o carinho que tanto merece.
O nosso Muito Obrigado aos Adoptantes.


publicado por Focinhos e Bigodes às 09:59

Segunda-feira, 23 de Março de 2009

O dia de sorte da nossa linda e simpática Dora chegou finalmente, este sábado.

Foi adoptada por um casal com duas filhas.

A nossa menina sofria muito por passar a maior parte do tempo fechada na sua box, passava o tempo a correr de um lado para o outro a ladrar e a saltar, muito nervosa, e este stress tinha consequências na sua saúde... Daí a grande importância desta adopção.

Vamos ter muitas saudades tuas, mas a tua nova família já nos prometeu uma visita para matarmos as saudades.


 

Um grande obrigada à família que deu uma oportunidade à nossa linda menina.


 

Desejamos que a tua estrela da sorte brilhe para sempre.

publicado por Focinhos e Bigodes às 12:14

O Banco alimentar animal é um projecto que tem como objectivo angariar comida, abrigos, mantas, brinquedos, medicamentos, etc., para Associações de Animais por Portugal inteiro.

A Focinhos & Bigodes teve a sorte de ser contemplada com alguns donativos, que consistiram em: 55 kgs Ração Seca Cão + 14 kgs de Ração Seca Gato (Total: 69 kg)+ 5 mantas , 1 cesto, 1 tapete + 2 trelas e vários produtos de higiene (Champoos).

Por este motivo, agradecemos à equipa do Banco Alimentar Animal, que não se esqueceu da nossa associação e ajudaram com tantos produtos que são essenciais.

Agradecemos ainda à equipa de reportagem da Lusa Tv que acompanhou a equipa do BAA no momento da entrega dos donativos para também eles ficarem a conhecer a associação e fazerem alguma divulgação.

Muito obrigada mesmo!

Para saberem mais sobre o projecto Banco Alimentar Animal cliquem no seguinte link:

http://bancoalimentar-animal.blogspot.com/

publicado por Focinhos e Bigodes às 12:07

Sexta-feira, 20 de Março de 2009

Neste fim-de-semana (21 e 22 de Março) a Focinhos e Bigodes vai promover um Banco Alimentar no Allegro de Alfragide.

 

A sua colaboração é muito importante!

 

AJUDE-NOS A AJUDÁ-LOS.

publicado por Focinhos e Bigodes às 16:00

Quinta-feira, 19 de Março de 2009
No fim de semana passado a Dora foi passar o fim de semana com uma 
amiga de uma voluntária, uma pessoa que lhe era desconhecida, e 
portou-se de uma forma exemplar.

A voluntária que acompanhou a Dora neste fim de semana, contou-nos 
que ela nem parecia a mesma e notou-se uma diferença enorme em 
relação ao comportamento dela no canil. Isto porque a Dora esteve o 
fim-de-semana todo muito calma, muito doce, apoderou-se do sofá, 
comeu muito bem e estava muitíssimo feliz... Andou de carro, muito 
educada e nem parecia ela a passear, sem puxar sequer pela trela. 
Comportou-se assim em casa de uma pessoa que não conhecia. Uma 
pessoa a quem a Dora ficou a adorar.

Outra situação a registar, é que a Dora comeu muito bem, comeu de tudo 
e andou a pedir comida a toda a hora. Logo que chegou a casa comeu da 
sua comida. Algo completamente diferente do que faz no canil, que 
quase temos que a obrigar a comer. Ela tem, de facto, distúrbios 
alimentares e, deste modo, confirmamos que se devem ao stress de 
viver num canil.

Quando teve que regressar à sua box, a Dora voltou a entrar em stress. 
Foi um choque para ela deixar aquele lar que lhe foi tão acolhedor e 
voltar para o isolamento da box, onde tem que estar fechada a maior 
parte do tempo, fazendo-a sentir-se enclausurada. A Dora sofre muito 
com isso. Anda a correr de um lado para o outro a ladrar e a saltar, 
nervosa.

Precisa muito de um dono que a amae. Ela não pode continuar sujeita a 
este stress que tem tantas consequências na sua saúde.




Venha conhecê-la
publicado por Focinhos e Bigodes às 11:20

Quarta-feira, 18 de Março de 2009

Às vezes recebemos imagens que nos enchem de alegria.
E é nesses momentos que nos sentimos recompensados pelo trabalho,
pelas preocupações, pelos sacrifícios…
A dona da Cuca e da Lola enviou fotos e vídeo das meninas na sua casa nova onde
podemos constatar como elas estão felizes.

 

 

 

 

publicado por Focinhos e Bigodes às 10:58

pesquisar
 
Março 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
12
13
14

15
21

22
25
27
28

29
30


arquivos
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro